Dicas de manejo de café com excelência

Dicas de manejo de café com excelência. O primeiro dia no terreiro é crucial, os cafés cerejas devem ser dispostos em camadas muito finas, o que proporciona maior uniformidade aos grãos.

No manejo de café com excelência, é preciso seguir alguns cuidados desde a colheita até o armazenamento

Dicas de manejo de café com excelência

"Quando na planta, o café apresenta bom nível de qualidade. Entretanto, as operações praticadas no momento da colheita, do transporte, do pré-processamento e do armazenamento, se não forem realizadas com muito critério e conhecimentos técnicos, poderão causar grandes perdas na qualidade do café", afirmam Daniel Marçal de Queiroz, Francisco de Assis Carvalho Pinto e Mauri Martins Teixeira, professores do Curso a Distância CPT Passo a Passo para se Obter Café de Qualidade em Livro+DVD e Online.

Na propriedade de Gustavo Nehemy Faria, em Guaxupé (MG), a colheita do café é mecanizada e foi realizada antecipadamente, para aproveitar melhor a qualidade dos grãos. Ainda que uma pequena parte dos grãos estejam verdes, é mais vantajoso colhê-los junto aos grãos maduros. Na despolpa do café, a qualidade será a mesma que a do ponto certo do café.

Além disso, "se esperar que os poucos grãos verdes amadureçam, os já maduros cairão no chão, o que encarece a colheita, prejudica a qualidade do café e gera perdas de até R$ 100 por saco", afirma Faria. Assim que são colhidos, os grãos de café seguem para a lavagem e seleção, onde os grãos pretos são separados dos grãos verdes e dos cafés cerejas - estes últimos, apresentam ponto certo de maturação.

O café com menor qualidade é encaminhado para o terreiro de secagem junto às cascas. Já os grãos de café com bom padrão seguem para o despolpador. O café despolpado custa R$ 60 a mais que o preço normal do café no mercado. Sua comercialização ajuda a liberar espaço no terreiro, além de reduzir o tempo com secagem, o que otimiza todo o processo. O café cereja permanece no terreiro de sete dias a oito dias; já o normal, 15 dias (praticamente o dobro).

Enquanto os cafés verdes são levados ao terreiro para a secagem junto às cascas, os cafés cerejas são despolpados. Após o despolpamento, eles também seguem para o terreiro para secagem. No processo, os grãos devem ser revirados, pelo menos, doze vezes (ao dia) para retirar a umidade.

O primeiro dia no terreiro é crucial, os cafés cerejas devem ser dispostos em camadas muito finas, o que proporciona maior uniformidade aos grãos de café, além de evitar a fermentação. Após sete a oito dias no terreiro, os grãos são encaminhados para o secador até alcançarem 11% de umidade antes de seguirem para processamento.

Conheça os Cursos a Distância CPT, constituídos de Livro+DVD, e Cursos Online, da Área Cafeicultura.

Fonte: canalrural.uol.com.br


Andréa Oliveira 12-07-2018 Cafeicultura

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.