Treinamento de Tratorista

O sucesso de uma operação agrícola mecanizada inicia-se com um bom treinamento do tratorista e com uma boa regulagem das máquinas, de acordo com cada condição de trabalho.

Ao fazer a regulagem de implementos, o tratorista  garante o sucesso da mecanização agrícola

treinamento de tratorista

O sucesso de uma operação agrícola mecanizada inicia-se com um bom treinamento do tratorista e com  uma boa regulagem das máquinas, de acordo com cada condição de trabalho. Pode-se dizer que tal sucesso baseia-se nos seguintes fatores:

- adequação do trator ao implemento que ele irá tracionar; - seleção de velocidade do trabalho, que irá depender da operação; - manutenção adequada dos implementos e do trator; - escolha do momento certo para a realizar a operação; - regulagem correta dos implementos.

As operações agrícolas mecanizadas possuem características que são individuais e precisam ser consideradas. As operações de preparo do solo são caracterizadas por exigirem grande esforço de tração. Para estas operações, deve-se utilizar velocidades de deslocamento específicas para cada implemento e fazer uma correta adequação do trator procurando acrescentar lastros em quantidade suficiente apenas para que a patinhagem fique dentro dos limites recomendados para cada operação.

A lastragem do trator pode ser feita acrescentando pesos nas rodas e na parte frontal do trator. Porém, deve-se tomar cuidado com a quantidade de lastro que deverá ser colocada no trator. Esta será determinada de acordo com o índice de patinhagem e quando o trator estiver patinhando acima dos limites recomendados, deve-se colocar lastros, tanto na parte frontal quanto nas rodas traseiras.

Para determinar o índice de patinhagem do trator, em uma determinada operação os procedimentos seguidos são fazer uma marcação no pneu com um giz ou torrão. Em seguida, marca-se no solo a posição inicial, com uma estaca, e logo após deve-se fazer uma contagem do número de voltas da roda do trator.

Para realizar a subsolagem, utiliza-se os subsoladores que são implementos de hastes que aprofundam no solo a profundidades superiores a 40 cm. Durante o ciclo de uma cultura anual, como milho, soja, feijão, cana; máquinas agrícolas trafegam várias vezes sobre o solo, causando a sua compactação. Como o processo se repete durante todo o ciclo da cultura, chega um momento em que parte da camada compactada que situa abaixo da região de atuação dos implementos de preparo do solo, fica compactada ao ponto de causar danos às plantas.

Para fazer a quebra dessas camadas compactadas utiliza-se os subsoladores, que através de hastes metálicas que se aprofundam no solo, realizam este trabalho. No entanto, dependendo do local onde a subsolagem for realizada, torna-se necessário utilizar alguns acessórios associados ao subsolador.

Muitas vezes, torna-se necessário realizar subsolagem em áreas cultivadas com culturas perenes, como café, citrus, entre outras. Porém, devido ao tráfego de tratores e veículos nas ruas da cultura, com o tempo surge uma camada compactada que dificulta o crescimento lateral das raízes, como também compromete a infiltração da água no solo.

Os escarificadores são também implementos de hastes que atuam abaixo da superfície do solo, porém a uma profundidade inferior aos subsoladores. Por isso, são implementos destinados a quebrar camadas compactadas que se formam na superfície do solo. Este implemento pode ser utilizado nas propriedades que praticam plantio direto sob a forma de cultivo mínimo, além de serem adequados também para fazer reformas de pastagens, visando quebrar a camada compactada que se forma superficialmente por causa do pisoteio dos animais.

Existem também os escarificadores convencionais que podem ser montados ou de arrasto e são formados por uma barra porta-ferramentas, onde as hastes são montadas. Estas podem ser rígidas ou com molas para amortecer os impactos causados pelo solo, e transpor obstáculos como pedras e raízes, que possam ser encontrados abaixo da superfície do solo.

O produtor que tiver interesse em conhecer as técnicas de treinamento de tratoristas pode encontrá-las no curso Treinamento de Tratorista - Regulagem de Implementos, elaborado pelo CPT- Centro de Produções Técnicas. O orientador do curso Bruno Otto Mewes, afirma que o sucesso das operações agrícolas depende da capacitação dos operadores e da regulagem das máquinas.

Beatriz Lazia 23-09-2011 Mecanização Agrícola

Deixe um Comentário

Comentários

Paulo Corrêa de Castro

07-06-2024

É muito interessante esses textos e grande informações para inicio de curso;

Resposta do Portal Agropecuário

07-06-2024

Olá, Paulo Corrêa de Castro! Como vai?

Agradeço sua visita em nosso site!

Em breve, um de nossos consultores entrará em contato com informações sobre o curso na área desejada. Nosso DDD é 31.

Agradeço seu contato e precisando estou à disposição.

Abraço!!

Equipe CPT