O café e a sua conservação

Saiba quais os passos para conservar o café com qualidade e não ter prejuízos.

O café e a sua conservação   Arttigo CPT

O café é um produto muito delicado, mas que quando manuseado da maneira correta pode te gerar bons lucros, além de uma bebida muito saborosa! O professor Juarez de Souza e Silva do Curso CPT de Colheita, Preparo e Armazenamento de Café, diz que: ''As maiores influências na qualidade da bebida do café estão relacionadas ao preparo e conservação do produto. E tudo isso começa na colheita dos frutos e finda na sua armazenagem''.


— Colheita
A colheita precisa ser estudada com muita atenção, pois, além de ser a etapa mais cara do processo de produção, ela determina a separação dos frutos da planta por isso, daqui para frente tudo deve ser conduzido com mais cuidado ainda. Nesse sentido, precisamos entender alguns pontos importantes, relacionados com a colheita do café. E o primeiro aspecto é a determinação do momento ideal de se colher os frutos.

Sabemos que, quase sempre, o café não apresenta uma maturação uniforme por causa das várias floradas emitidas na época das chuvas. Sendo assim, é comum encontrarmos, em um mesmo pé de café, frutos caídos no chão, frutos secos ainda presos ao pé, frutos maduros (cerejas) e frutos verdes. Cada um destes cafés (caídos, secos, cerejas e verdes) pertence a uma determinada florada.

Explicaremos melhor como isso acontece em cada estádio de maturação em que os frutos podem ser encontrados.

♦ Frutos verdes: neste caso, a influência negativa na qualidade final do produto será pela quantidade inadequada de componentes químicos essenciais para a formação do aroma e sabor da bebida. Além disso, haverá, também, influências na cor do produto, sem falar no número maior de defeitos, prejudicando o preço final do café;

♦ Frutos maduros (cerejas): estes frutos reúnem todas as características desejáveis para o café, portanto, definem o momento ideal para o produto ser colhido;

♦ Frutos secos: após a maturação, os frutos entram em um processo natural de senescência, quando começam a surgir alterações físico-químicas que resultarão em fermentações do produto e perda da qualidade. Tudo isso é influenciado ainda pelo binômio umidade relativa do ar e temperatura média ambiente. Quanto mais úmido e quente for o ambiente, maiores serão os efeitos da fermentação sobre os frutos e também mais intenso será o ataque dos microrganismos, o que resultará em perda de qualidade;

♦ Frutos no chão: nestes, os efeitos negativos serão ainda maiores, uma vez que, no chão, os frutos entrarão em contato com a umidade do solo e favorecerá, ainda mais, o ataque dos microrganismos, em especial os fungos, bem como a intensificação das fermentações. Estace tornam tão intensas (nos frutos encontrados no chão) que os mesmos são chamados grãos ardidos.


Conheça os Cursos CPT da Área Cafeicultura.
Por Eduardo Silva Ribeiro.

Eduardo Silva Ribeiro 14-04-2022 Agricultura

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.