Quando e como fazer a rebrota do eucalipto

Quando e como fazer a rebrota do eucalipto. Recomenda-se que os cortes deixem cerca de 10 a 15 cm de toco - sempre com o broto localizado do meio para baixo.

Para a rebrota, apenas um broto deve ser deixado no toco da árvore, pois assim ele crescerá mais vigoroso

Quando e como fazer a rebrota do eucalipto 

Originário da Austrália, o eucalipto possui mais de 700 espécies - a maior parte delas cresce como árvores, mas algumas se desenvolvem como arbustos. Para a produção comercial, são utilizadas as plantas da família das mirtáceas (arbóreas), que levam de 6 a 10 anos para alcançar a fase adulta. Entretanto, o pleno crescimento do eucalipto depende de alguns fatores, plantio, manejo da lavoura e espécie utilizada.

Na verdade, o eucalipto é uma das árvores mais utilizadas para a comercialização de madeira, pois é de fácil cultivo - com espécies que apresentam baixa exigência em umidade e em fertilidade do solo. Além disso, "a árvore se adapta muito bem às condições de solo e clima de boa parte do Brasil - com taxa de crescimento maior que em muitas partes do mundo", ressaltam Celso Trindade, Haroldo Nogueira de Paiva e Antônio Gonçalves Jacovine, professores do Curso a Distância CPT Cultivo de Eucalipto, disponível nos formatos em Livro+DVD e Online.

Para que o eucaliptal cresça com saúde e vigor, ele deve ser cultivado em espaço suficiente e em local de fácil acesso para facilitar o corte da madeira. Da mesma forma, é necessário deixar corredores livres (carreadores), entre uma fileira de eucaliptos e outra, para permitir a movimentação da equipe de extração da madeira. Além disso, os carreadores servem como canal de ligação entre a área do plantio e a propriedade.

Os especialistas recomendam que esses espaços de acesso, localizados entre as fileiras, tenham cinco metros de largura no mínimo. Isso possibilita uma boa incidência solar na área do eucaliptal (evita a escuridão local), assim como facilita a chegada dos caminhões de transporte, que levarão as árvores já cortadas.

É importante destacar que o primeiro corte do eucalipto, para produzir lenha - tendo em vista a qualidade da madeira e o rendimento (densidade energética), pode ser realizado após 6 anos do plantio. Para a rebrota, apenas um broto deve ser deixado no toco, pois assim ele crescerá mais vigoroso.

Alguns produtores de eucalipto preferem deixar até 3 brotos, ou dois - se houver falha na planta vizinha. Nesse caso, cada broto deve ser deixado, nas extremidades e na parte mais baixa do toco da árvore, para posteriormente permitir cortes mais rentes ao solo (mais ganho de madeira).

Recomenda-se que os cortes deixem cerca de 10 a 15 cm de toco - sempre com o broto localizado do meio para baixo. Quando a muda (broto) alcançar 1 metro, dela devem ser retirados os brotos "ladrões" (aqueles que não queremos). Caso contrário, a muda poderá secar ou tombar.

Não é vantajoso deixar mais brotos no toco, pois a árvore fica mais fina e o volume de madeira é o mesmo. Além disso, aumentam os custos com mão de obra, assim como a atividade de corte e o empilhamento da madeira.

Se o eucaliptal não for produtivo, a rebrota do eucalipto não é recomendada. Nesse caso, toda a área deve ser replantada.

Fontes: Novo Negócio e Globo Rural.

Andréa Oliveira 18-10-2016 Produtos Florestais

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.