Abate de javalis autorizado pelo Ibama evita prejuízos às lavouras

Abate de javalis autorizado pelo Ibama evita prejuízos às lavouras. O aumento populacional dos javalis tornou-se um sério problema para muitos agricultores do país.

O abate de javalis foi autorizado pelo Ibama, devido ao aumento populacional dos animais no território nacional

Abate de javalis autorizado pelo Ibama evita prejuízos às lavouras

De origem europeia, o javali chegou ao Brasil nos anos 60 - voltado ao mercado de carne exótica. Mas pela falta de controle reprodutivo e de manejo, alguns fugiram e se espalharam por grande parte do território nacional. Com o passar dos anos, os javalis se reproduziram fora dos parâmetros da normalidade, ultrapassaram as fronteiras e se tornaram um sério problema para muitos produtores rurais de vários estados brasileiros.

Dados recentes do Ibama - Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, demonstram que tanto a agressividade como a adaptabilidade dos javalis - relacionadas à reprodução desmedida e à falta de predadores naturais, causaram impactos ambientais e socioeconômicos bastante severos.

Dentre eles, o aumento populacional dos javalis - que se tornou um sério problema para muitos agricultores, pois os animais destroem grandes áreas cultivadas. Além disso, os javalis geram riscos à integridade física das pessoas, atacam animais de criação (ovelhas, cabras, aves), destroem bombas de captação de água, causam assoreamento de nascentes e córregos além de constituir risco ao tráfego em estradas e rodovias.

Por tais motivos, o Ibama autorizou o abate de javalis - com o objetivo principal de impedir um índice ainda maior desses animais no país. Entretanto, para o abate, a pessoa deve se inscrever no Cadastro Técnico Federal, fazer a Declaração de Manejo de Espécies Exóticas Invasoras, além de registrar as armas utilizadas para esse fim. É importante destacar que o uso de cães para a caça a javalis é estritamente proibido.
 
Outro fator a ser considerado refere-se à caça de porcos do mato nativos - como queixadas e catetos. De acordo com a Lei nº 9.605/98, é crime matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória - sem a devida permissão, licença ou autorização do órgão competente.

Portanto, o responsável pelo controle deve conhecer a fundo quais espécies pode abater, para não exterminar animais nativos. O javali possui cerca de 1,3 metros de comprimento e pesa aproximadamente 80 quilos. Quando adulto, o animal possui presas (crescem encurvadas para fora do focinho) - assim como pelos longos e pretos. Já o javali jovem possui listras de coloração marrom avermelhada e preta.

"Apenas javalis e javaporcos podem ser abatidos, mas a comercialização dos produtos do abate - como carne e couro, é proibida pelo Ibama", afirma Paulo Bezerra Silva, professor do Curso a Distância CPT Abate e Comercialização de Animais Silvestres, disponível nos formatos em Livro+DVD.

Conheça os Cursos a Distância CPT da Área Animais Silvestres.

Fontes: Globo Rural e Successful Farming.

Andréa Oliveira 23-07-2016 Animais Silvestres

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.