Aprenda a Criar Perus

A carne do peru é muito apreciada em eventos como o Natal. Aprenda como é sua criação, alimentação e reprodução.

Aprenda sobre a criação do perus, aves muito apreciadas por sua carne, sempre presente em ceias de Natal.

Criação de Perus
A carne do peru é muito rica em nutrientes

O peru é uma ave que, na natureza, alimenta-se de grãos e insetos. Parente próximo do pavão, é muito conhecido na Europa e na América, por ser um dos pratos principais da ceia natalina, assim como nos Estados Unidos, no Dia de Ação de Graças. Porém, atualmente, não é apenas nessas datas específicas que a carne de peru é consumida, ela também está sendo incluída aos poucos no cardápio do dia a dia do ser humano por suas vantagens nutricionais.

A carne de peru é rica em proteínas, vitaminas e sais minerais. Da mesma forma, possui baixo teor de gorduras saturadas, o que é ideal para o consumo de pessoas com problemas de colesterol alto e até mesmo aquelas que estão de dieta. Muito rico em nutrientes, o peru supre 36% de necessidade diária de vitamina B3, em uma única porção, e 27% de vitamina B6. Seu consumo diário pode trazer muitos benefícios para o ser humano.

Devido à procura crescente por essa carne, vários produtores começaram a criar perus para a finalidade de abate e exportação da carne.

Iniciando a Criação

Iniciando a Criação
As instalações onde ficam devem ser bem higiênicas

O peru é uma ave de fácil criação, que não exige grandes investimentos por parte de seu criador, o que a tornou uma ótima alternativa para criadores comerciais e domésticos.

Para começar a criação, a pessoa pode adquirir filhotes de um dia, que devem ser vacinados contra bouba aviária. É aconselhável que o criador adquira por volta de cinco a seis aves, para que não haja problema de criar apenas machos ou fêmeas, uma vez que não é possível determinar o sexo do filhote.

Além disso, devido a datas especiais, como o Natal, recomenda-se que os peruzinhos sejam adquiridos com 6 ou 8 meses de antecedência.

As instalações onde ficam devem ser bem higiênicas, oferecendo água de qualidade e alimento. Os perus podem ser criados em pequenos galpões, ou mesmo em cercados, sendo que esse último é indicado que seja elétrico, para evitar que predadores se aproximem. Da mesma forma, o ambiente deve protegê-los da chuva e do frio. Os perus não podem ter contato direto com o solo, nas primeiras semanas, e, por esse motivo, o piso deve ser ripado ou mesmo forrado.

Alimentação

Alimentação dos Perus
O verde nunca deve faltar na alimentação dos perus

A alimentação dos perus adultos é feita com ração balanceada, o que é ideal para a engorda. Porém, em criações domésticas, é muito comum ver criadores alimentando-os com restos de comida, como vegetais.

Para os filhotes com alguns dias de vida, em criações domésticas, pode-se utilizar quirera de milho, ovos cozidos picados, verduras picadas, pão com leite e aveia. Porém, é ideal que sua alimentação seja feita com ração balanceada, disposta com o verde, que nunca deve faltar.

Sabe-se que a engorda do peru dura cerca de vinte a sessenta dias. Então, quando estes atingirem 4 meses de idade, devem ser submetidos à alimentação de engorda, usando uma ração balanceada para tal. Ainda assim, deve ter sempre o verde à sua disposição. Além disso, o criador pode dar aos perus milho, outros grãos, aipim picado, em fatias e cru, batatas cozidas, farelo de trigo, cevada, aveia, leite desnatado, entre outros.

Assim como bovinos, os perus pastam quando estão no campo, o que gera cerca de 25% de economia de ração.

Reprodução

Reprodução dos Perus
Para que não haja brigas, os machos devem ficar separados uns dos outros

As matrizes reprodutoras devem ser aves sadias e de boa procedência, uma vez que isso será um fator chave para a obtenção de aves resistentes, precoces e com carcaça de bom rendimento. É ideal que os perus reprodutores tenham por volta de oito meses de idade até três anos.

Recomenda-se utilizar a proporção de um peru macho para cada oito a quinze fêmeas, separando o macho dos outros de mesmo gênero, para que não haja brigas.

Perus produzem cerca de trinta a sessenta ovos por ano. Porém, quando a fêmea atinge a idade de quatro anos, é ideal que ela não seja mais uma matriz, uma vez que a produção cai muito, acarretando em um prejuízo.

O período de incubação do peru dura vinte e oito dias. Caso o produtor opte pela incubação natural, cada perua pode incubar cerca de quinze ovos por vez. É ideal que, nesse período, o criador tire-as do ninho para se alimentar, porque é algo que algumas vezes elas não fazem para não abandonar o ninho. É importante verificar sempre a temperatura durante a incubação, que deve ser de 38,5ºC, aumentando até 39,5ºC no final da incubação.

Samia Andrade 21-10-2013 Avicultura

Deixe um Comentário

Comentários

Joana Inêz Evangelista

12-11-2018

Bom dia, onde consigo comprar pena de peru.

Resposta do Portal Agropecuário

12-11-2018

Olá Joana,

Agradecemos a visita e comentário em nosso site.

Você pode pesquisar no Google onde vende ou criadores na sua região.

Atenciosamente,

Mariana Caliman Falqueto

Carine

19-10-2018

Gostaria de comprar apostila de criação de perus. Aguardo contato. Att., Carine

Resposta do Portal Agropecuário

22-10-2018

Olá Carine,

Agradecemos a visita e comentrário em nosso site. Para mais informações nossas consultoras entraram em contato.

Atenciosamente,

Mariana Caliman Falqueto

José Manoel da Silva

30-09-2018

Pretendo receber apostilas sobre criações de perus, e também fazer cursos para aprimorar...... obrigado

Resposta do Portal Agropecuário

01-10-2018

Olá Jose,

Agradecemos a visita e comentário em nosso site.

Para mais informações sobre os cursos, nossas consultoras entraram em contato,

Atenciosamente,

Mariana Caliman Falqueto