Avicultores criam galinhas livres de gaiolas

No Brasil, muitos avicultores já adotaram a produção cage free ou livre de gaiolas

Avicultores criam galinhas livres de gaiolas

No sistema de produção convencional, as galinhas poedeiras passam mais de 100 semanas presas em gaiolas coletivas. Dependendo do sistema, a gaiola aloja até 12 aves, criadas em espaço limitado, sem poderem andar nem ciscar. Com isso, as galinhas se estressam, machucam umas às outras, adoecem e, em alguns casos, morrem. Para minimizar esses problemas, os avicultores oferecem a elas antibióticos junto à ração, o que compromete a qualidade dos produtos.

Indignada quanto à forma com que muitas aves são tratadas nas granjas, a norte-americana Adele Douglas decidiu criar uma organização não governamental, com o objetivo principal de humanizar a criação de galinhas. Até mesmo um selo de certificação foi criado para ser oferecido a todo avicultor que se adequar a esse sistema de criação. Com isso, o consumidor tem certeza de que o produto segue os preceitos de conforto animal.

Tamanho foi o sucesso do sistema que granjas dos mais diversos países adotaram a produção “cage free” ou “livre de gaiola”. Fundamentada em um programa da Grã-Bretanha, Adele Douglas instituiu um comitê científico, composto por 40 especialistas em bem-estar animal, dentre eles, estrangeiros e brasileiros. Assim, foram elaboradas regras de bem-estar animal adaptadas à realidade do produtor.

Segundo Luiz Mazzon, diretor da filial brasileira da certificadora do selo criado por Adele, na longa lista normativa, consta o alojamento das aves em galpões onde possam caminhar e ciscar livremente. Outra exigência é a instalação de poleiros e ninhos para postura. Para receber o selo, a granja deve obedecer aos critérios da "Humane Farm Animal Care”, caderno com dezenas de condições, que buscam a humanização na criação animal.

No Brasil, para atender a um mercado cada vez mais crescente, muitos criadores de galinhas têm seguido os princípios da criação humanizada de animais. Atualmente, as pessoas querem saber a origem dos produtos que consomem, querem ter a certeza de que os animais foram criados com conforto e bem-estar. Em Paraíba do Sul (RJ), por exemplo, os avicultores já criam galinhas livres de gaiolas.

Conheça o Curso CPT a Distância e Online Galinhas Poedeiras Cria e Recria.

Leia o artigo "Como proporcionar bem-estar às aves".

Fonte: g1.globo.com

Andréa Oliveira 21-12-2018 Avicultura

Faça já o Download Grátis

Download brinde Manual sobre as Principais Raças de Galinha com fim Comercial

Basta preencher os campos abaixo para receber o material por e-mail:

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.