Nutrição de bovinos na seca - sal mineral e ureia

Nutrição de bovinos na seca - sal mineral e ureia. A nutrição de bovinos na seca requer maiores cuidados, pois a pastagem perde muita proteína. Como consequência, o bovino pode apresentar deficiência nutricional e perda de peso.

A nutrição de bovinos na seca requer maiores cuidados, pois a pastagem perde muita proteína

Nutrição de bovinos na seca - sal mineral e ureia 

A nutrição de bovinos na seca requer maiores cuidados, pois a pastagem perde muita proteína. Como consequência, o bovino pode apresentar deficiência nutricional e perda de peso. Por tais motivos, os pecuaristas mais experientes fornecem sal mineral e ureia pecuária, o que garante ao rebanho aumento de peso e boa produtividade ainda que em períodos secos. Entretanto, o acréscimo desses suplementos à dieta do animal deve ser gradativo e cauteloso.

Outra atitude a ser tomada pelo pecuarista é consultar um especialista de confiança, como médico veterinário ou zootecnista. Ambos possuem pleno conhecimento em nutrição animal e poderão ajudar bastante na adição de sal mineral e ureia na dieta do rebanho. Como já dissemos, a mistura deve ser acrescentada na alimentação do gado, gradativamente, até alcançar o nível ideal.

É importante ressaltar que ensilagem e feno são ótimas opções ao pecuarista no período da seca, mas elas são muito caras, o que aumenta os custos de produção. Isso porque sua utilização requer o uso de máquinas e implementos agrícolas, que encarecem a produção. Sendo assim, o fornecimento de sal mineral e ureia pecuária torna-se uma boa alternativa, pois reduz os custos do produtor.

Em geral, o rebanho que recebe sal mineral e ureia já tem o costume de consumir esses elementos na seca. Mas a ureia deve ser misturada ao sal mineral gradualmente até que a flora do rúmen do bovino se adapte aos suplementos. Sua função é permitir a sobrevivência das bactérias no rúmen. Elas são responsáveis pela digestão do capim, o que garante ao bovino maior quantidade de energia.

Segundo Haroldo Pires de Queiroz, zootecnista da Embrapa Gado de Corte, na seca, a suplementação com sal mineral e ureia é essencial. Isso porque o teor de proteína da pastagem diminui, o que torna necessária a reposição para evitar a perda de peso do animal. Mas apenas bois de abate, animais em recria e fêmeas em reprodução podem receber os suplementos. Bovinos debilitados, bezerros e equinos não podem consumir a mistura.

Da mesma forma, é importante não deixar água acumulada no cocho, nem adicionar ureia em excesso, pois as práticas inadequadas podem intoxicar o rebanho. Além disso, o pecuarista deve continuar a oferecer o pasto para o gado ainda que seco.

Fonte: Brasil Agro.

Conheça o Curso a Distância CPT Nutrição de Bovinos de Corte, disponível nos formatos em Livro+DVD e Online - elaborado por Gilmar Ferreira Prado, pós-graduado em Produção de Ruminantes pela Universidade Federal de Lavras.

Andréa Oliveira 07-07-2017 Pastagens e Alimentação

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.