Manejo ideal para bovinos

O manejo focado no bem-estar animal é uma ferramenta que visa à melhoria na qualidade de vida dos bovinos e equinos

Com uma equipe bem informada e treinada, é possível tornar o trabalho de lida com os bovinos com menores riscos de acidentes e muito mais produtivo

bovinos

O manejo focado no bem-estar animal é uma ferramenta que visa à melhoria na qualidade de vida dos bovinos e equinos, além de ser um fator de melhoria geral na propriedade. Com uma equipe bem informada e treinada nos conceitos que visam a esse bem-estar, é possível mudar uma realidade, que às vezes é dura, para um trabalho tranquilo e com menor risco de acidentes dentro dos currais.

O treinamento do pessoal objetiva levar à equipe de trabalho o conhecimento sobre como os bovinos entendem o ambiente ao seu redor e por que se comportam de determinadas formas. Algumas informações são capazes de derrubar muitos mitos arraigados no campo e modifica as relações entre o homem e o animal, pois o homem passa a entender determinadas respostas dos animais a alguns estímulos.

Dessa forma, abordaremos uma série de aspectos referentes ao trabalho específico do vaqueiro, com destaque para sua relação com os bovinos e as condições para que este trabalho possa ser bem realizado, passemos a eles:

Localizando prioridades É importante saber que o foco inicial na implantação do manejo gentil ou bem-estar animal não deve ser o bovino e sim, o homem, pois ele é quem lidará, diretamente, com o animal. O bem-estar do tratador deve ser considerado, pois dele depende o sucesso do trabalho. Então, o primeiro passo é a observação. Em determinadas fazendas, onde se aplica uma maior tecnologia, há manejos mais sensatos e com menor grau de agressividade. Isso reflete a maior preocupação com o desempenho animal e com o valor de alguns exemplares.

Os melhores manejos são encontrados em fazendas lideradas por pessoas que, intuitivamente, acham errado a forma rude de trato com os animais. Então, eles adaptam os manejos e atitudes de forma a acalmar o gado e obter sua cooperação, mas isso ocorre de forma intuitiva e pessoal.

O manejador Em geral, as pessoas que formam a mão de obra das fazendas brasileiras tiveram pouco acesso ao estudo formal. Eles começaram a trabalhar muito cedo, por isso têm baixa escolaridade. Na grande parte das vezes, o vaqueiro aprende seu ofício com outro vaqueiro mais experiente, que também teve instrutor informal, sem a orientação e o apoio de veterinários, zootecnistas e agrônomos.

Eficiência do trabalho Podemos afirmar, sem sombra de dúvidas, que os recursos humanos devem ser levados em conta em toda atividade econômica, inclusive na pecuária de corte, por constituir-se um custo e, também, por ser o fator que pode potencializar, positivamente, um empreendimento.

Para medir a eficiência do trabalho existem índices de referência para uso de mão de obra, na pecuária de corte, ou seja, considerando todos os tratos necessários ao gado, pode-se considerar que um homem bem treinado pode tomar conta de até 500 cabeças de gado bovino.

Como se comportar frente aos animais A interação homem/animal é um aspecto do manejo que, cada vez mais, vem ganhando importância nos empreendimentos dedicados à produção bovina e, com isso, o respeito pelo animal. O que se tem observado é que a influência do vaqueiro é muito grande no aumento ou na redução do estresse, que, por sua vez, pode provocar processos fisiológicos, comprometendo parcial ou totalmente a habilidade da vaca de produzir leite e de se reproduzir, por exemplo.

Rotinas Os bovinos são animais que gostam da rotina e sofrem com mudanças bruscas ou inesperadas no manejo diário. Por isso, podemos afirmar que, quanto mais disciplinado, rotineiro e pontual for o trato com o gado, melhor será seu desempenho. Um exemplo dessa rotina pode ser o fornecimento de alimento, que deve ser feito sempre à mesma hora.

Para maiores informações, consulte o curso Manejo Racional de Gado para Vaqueiro, elaborado pelo CPT - Centro de Produções Técnicas. O curso conta com a coordenação do Professor Paulo Eduardo Fonseca Loureiro, que orienta a respeito do manejo em diferentes categorias animais, como ser um bom manejador, visão, audição e memória do gado, entre outros. Leia também nosso outro artigo Época adequada para fazer a estação de monta.

Beatriz Lazia 06-12-2012 Pecuária de Corte

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.