Por que ocorre vazamento de leite pelos tetos da vaca?

Por que ocorre vazamento de leite pelos tetos da vaca? O problema se manifesta com mais frequência em vacas mais velhas, por terem sido submetidas mais vezes a danos causados pela ordenhadeira.

O vazamento de leite pelos tetos da vaca pode ocorrer por problemas no fechamento do esfíncter

Por que ocorre vazamento de leite pelos tetos da vaca?

O vazamento de leite pelos tetos da vaca pode ocorrer por inúmeros fatores. Para averiguar se a vaca, em período de secagem, apresenta esse problema, basta observar se há fluxo de leite no teto, gota de leite no fim do teto ou indícios de leite no chão onde a vaca está alojada. Como a glândula mamária da vaca seca ainda produz leite, é possível que haja um aumento da pressão intramamária, o que impede o fechamento do canal do teto e, consequentemente, o escape do leite.

O vazamento de leite nos quartos traseiros da vaca é mais comum, já que estes produzem mais leite. O problema se manifesta com mais frequência em vacas mais velhas, por terem sido submetidas mais vezes a danos causados pela ordenhadeira. Outro fator determinante para o distúrbio é a velocidade de ordenha, que pode gerar grande tensão do esfíncter. Com isso, o canal do teto permanece um bom tempo aberto, o que resulta no escape de leite. Sem falar que a abertura do canal pode facilitar a entrada de bactérias e consequente mastite.

Não podemos nos esquecer das lesões no esfíncter, que podem comprometer o seu fechamento. E um dos principais vilões de feridas nos tetos da vaca é a ordenhadeira. Quando o equipamento é usado de forma inadequada o nível de vácuo pode aumentar, durante a ordenha mecânica, o que promove uma série de danos no esfíncter - dentre eles, rachaduras radiais ou hiperqueratose.

Entretanto, o bom manejo na ordenha garante a boa saúde do esfíncter e previne lesões nos tetos da vaca. Na verdade, "as boas práticas ao se ordenhar vacas, como o estímulo da fêmea antes de encaixar as teteiras, mantêm a integridade dos tetos", afirma Juliano Ricardo Resende, professor do Curso a Distância CPT Ordenha Mecânica em Livro+DVD e Online. A sobreordenha, por exemplo, deve ser evitada, pois compromete a sanidade do úbere da vaca.

Outro fator determinante para o surgimento do distúrbio nas vacas é a deficiência de cálcio. Sua função é manter o tônus muscular do esfíncter. Sendo assim, quando os níveis de cálcio são reduzidos, o mecanismo de fechamento do esfíncter é comprometido, o que resulta no vazamento de leite pelos tetos. Por tais motivos, é indispensável avaliar o nível de cálcio no sangue da vaca lactante (o ideal é mais que 8 mg/dL).

Além disso, com o início do período de secagem, os pecuaristas leiteiros realizam um procedimento conhecido como antibioterapia. Por meio dele, os tetos da vaca seca são massageados, mas se a pressão local for excessiva, parte da queratina responsável por fechar o esfíncter pode ser danificada. Como podemos perceber, o manejo das vacas secas não é tarefa fácil! Requer uma série de medidas e técnicas essenciais ao bem-estar e à sanidade do rebanho leiteiro.

Conheça os Cursos a Distância CPT, constituídos de Livro+DVD, e Cursos Online, da Área Gado de Leite.

Fonte: tantas.com.br

Andréa Oliveira 22-05-2018 Pecuária de Leite

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.