Como alimentar vacas leiteiras em fase de manejo

O fornecimento de concentrado para as vacas em lactação deve conter de 18% a 22% de proteína bruta e mais de 70% de nutrientes digestíveis totais

 

No processo de implantação de um sistema de alimentação de vacas leiteiras, o pecuarista deve levar em consideração o nível de produção, o estágio de lactação em que se encontram as vacas, a idade delas, o consumo esperado de matéria seca, a condição corporal, os tipos e o valor nutritivo dos alimentos a serem utilizados.

É importante que o produtor saiba que o estágio da lactação afeta a produção e a composição do leite, o consumo de alimentos e as mudanças no peso vivo do animal. Sendo que, nas duas primeiras lactações da vida de uma vaca leiteira, deve-se fornecer alimentos em quantidades que sejam superiores àquelas que deveriam estar recebendo, em função da produção de leite, já que estes animais continuam em fase de crescimento.

Recomenda-se aos pecuaristas oferecer alimentação primeiro às vacas mais novas para em seguida oferecer às mais velhas a fim de evitar a predominância e aumentar o consumo de matéria seca. O pecuarista deve ter em mente que as vacas não devem parir nem muito magras nem muito gordas.  Sendo assim, um plano de alimentação para vacas em lactação deve considerar os três estágios da curva de lactação. É válido lembrar que as exigências nutricionais dos animais são distintas para cada um deles.

Nas primeiras semanas seguintes ao parto, as vacas não conseguem se alimentar de forma suficiente para sustentar a produção crescente de leite. Por isso, é importante que, durante o terço inicial da lactação, elas recebam uma dieta que permita uma maior ingestão de nutrientes, evitando assim que percam muito peso e tenham sua vida reprodutiva comprometida.

O fornecimento de concentrado para as vacas em lactação deve conter de 18% a 22% de proteína bruta e mais de 70% de nutrientes digestíveis totais. As vacas de alta produção de leite e que são  manejadas a pasto ou em confinamento precisam ter ajustes em seu manejo e plano alimentar. Uma dieta completa é constituída de volumosos com concentrados, minerais e vitaminas. Essa mistura é muito usada em confinamento total e tem como vantagem a possibilidade de evitar que as vacas possam consumir uma quantidade muito grande de concentrado de uma única vez.

Para mais informações a respeito, consulte nosso artigo sobre nutrição de vacas leiteiras. Mas se quiser se aprofundar no assunto, o CPT - Centro de Produções Técnicas elaborou o curso Alimentação de Vacas Leiteiras, coordenado pelo professor Luciano Patto Novaes.

Beatriz Lazia 19-01-2012 Pecuária de Leite

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.