Recomendações de manejo nutricional de potros

Recomendações de manejo nutricional de potros. Desde os primeiros anos de vida do potro, quando o manejo nutricional é realizado da forma correta, ao chegar à fase adulta, o equino apresentará alto desempenho.

Desde os primeiros anos de vida do potro, o manejo nutricional deve ser realizado da forma correta

Recomendações de manejo nutricional de potros

"A alimentação representa um fator econômico significativo na criação de cavalos. Cerca de 60% dos custos de manutenção de um cavalo são referentes à sua dieta. Daí a importância do bom manejo nutricional", afirma Orlando Marcelo Vendramini, professor do Curso a Distância CPT Alimentação de Cavalos, disponível nos formatos em Livro+DVD e Online. Principalmente em relação à nutrição de potros, que tem relação direta com o pleno desenvolvimento do equino.

Desde os primeiros anos de vida do potro, o manejo nutricional deve ser realizado da forma correta. Assim, quando chegar à fase adulta, o equino apresentará alto desempenho, grande resistência física, boa imunidade, pelagem brilhante e cascos saudáveis. Vejamos as recomendações:

Ração para complementar o aleitamento materno

Até mesmo os potros recém-nascidos podem receber ração especial para complementar o aleitamento. Em outras palavras, esse manejo nutricional agirá como suplemento do leite materno. Ou ainda servirá de suporte no caso de redução do leite da égua ou não aceitação da mãe ao filhote.

Ingestão de forrageira para estimular a formação microbiota intestinal

O capim também é fundamental à dieta do potro quanto o leite materno. Com a ingestão da forrageira, o animal passa a estimular a formação microbiota intestinal, tão importante ao trato digestório dos equinos para decomposição das fibras do volumoso.

Rações que contenham probiótico, minerais e vitaminas

Nos primeiros anos do equino, é de fundamental importância fornecer uma dieta balanceada, rica em teor energético e proteico, para que o potro cresça com saúde e vitalidade. Mas o criador deve escolher rações específicas para essa fase de vida inicial, pois contêm probiótico que estimula o trato digestivo, além de oferecerem ao animal minerais e vitaminas.

A ração da égua lactante deve conter alto teor energético e proteico

Outro fator bastante relevante é em relação à nutrição da mãe. É importante ressaltar que a alimentação da égua lactante age diretamente na qualidade do leite que é oferecido ao potro. Por esse motivo, três meses anteriores ao parto até o desmame do potro, ofereça à égua ração especial, que contenha alto teor energético e proteico para manter a mãe saudável e forte.

O potro mama até sete vezes por hora em mamadas de até 2 minutos

Além disso, o criador deve observar o desenvolvimento do potro em relação aos demais para avaliar se algo está errado. Muitas vezes, o recém-nascido é rejeitado pela égua, ou a mãe não produz leite suficiente. Nas primeiras semanas de vida, o potro mama até sete vezes por hora em mamadas de até 2 minutos.

Durante a fase de lactação, é essencial acostumar o potro à nova dieta (fase adulta)

Durante a fase de lactação, é essencial acostumar o potro à nova dieta. Por isso, é importante disponibilizar água fresca e acesso à ração da mãe para que, na desmama, ele não sinta tanto as mudanças. Caso contrário, poderá apresentar diarreia e cólica, além de perda de peso.

Fonte: Jornal Agora MS.

Andréa Oliveira 27-04-2017 Cavalos

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.