Ceratoconjuntivite infecciosa causa cegueira em ovelhas, mas tem cura

Ceratoconjuntivite infecciosa causa cegueira em ovelhas, mas tem cura. As ovelhas doentes devem ser isoladas dos animais sadios, para evitar que a doença se espalhe no plantel.

Embora a ceratoconjuntivite infecciosa cause cegueira em ovelhas, a doença tem cura quando tratada a tempo

Ceratoconjuntivite infecciosa causa cegueira em ovelhas, mas tem cura

Uma das doenças mais contagiosas da atualidade, que pode acometer o rebanho de ovinos, é a ceratoconjuntivite infecciosa - também conhecida como "doença do olho rosado" ou "pink eye". Ela pode causar cegueira em ovelhas, devido à inflamação da córnea e conjuntiva, causada por bactérias. Felizmente, a doença tem cura, mas o ideal é se prevenir para evitar o contágio, que pode ocorrer desde o contato direto com animais doentes, até a proliferação de moscas e insetos no criatório.

Outros fatores podem facilitar a contaminação, como não higienização das mãos do tratador, aquisição de novos animais - sem período de quarentena, além de superlotação de ovinos, falta de ventilação local, sujeira nos currais, poeira em excesso, entre outros. Daí ser essencial "um bom gerenciamento das atividades de manejo sanitário, para que os animais permaneçam saudáveis", afirma Nelson Bernardi Júnior, professor do Curso a Distância CPT Gerenciamento na Criação de Ovinos, em Livro+DVD e Online, da Área Criação de Ovinos.

Quando o manejo é negligenciado, o rebanho de ovinos fica à mercê de doenças, como a ceratoconjuntivite infecciosa. Os sintomas inicias são lacrimejamento e vermelhidão no globo ocular. Mas também ocorrem febre moderada, fotofobia (luz incomoda os animais), blefarospasmo (piscar contínuo dos olhos), opacidade da córnea e formação de úlceras na córnea - que podem levar à cegueira.

As ovelhas doentes devem ser isoladas dos animais sadios, para evitar que a doença se espalhe no plantel. Em geral, o tratamento é realizado com colírios e pomadas à base de tetraciclina e tilosina, em associação com anti-inflamatórios. Quando o número de ovinos contaminados é maior, é recomendada a ministração de antibióticos injetáveis, além da limpeza com solução fisiológica e do emprego de medicamentos de uso tópico.

Ao tomar todas as medidas necessárias para tratamento, as ovelhas poderão se recuperar com maior rapidez. Até mesmo em casos de perda total de visão, os animais poderão ter cura total. Portanto, é preciso seguir à risca todos os cuidados prescritos por médico veterinário. No caso de ovelhas com úlceras na córnea, não é recomendado o uso de medicamentos à base de corticoides. Se houver dúvidas, basta aplicar colírio de fluoresceína - na presença de úlcera, o olho torna-se verde.

Fontes: Revista Globo Rural e Milk Point.

Confira o artigo "Por que as ovelhas não seguram a próxima cria?" e aprimore ainda mais o seu conhecimento.

Andréa Oliveira 13-10-2017 Criação de Ovelhas

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.