Qual a melhor forma de preparar carne?

Qual a melhor forma de preparar carne? Há inúmeras formas de preparar carne apetitosa e suculenta, como na churrasqueira tradicional ou parrileira argentina.

Há inúmeras formas de preparar carne apetitosa e suculenta, como na churrasqueira tradicional ou parrileira argentina

Qual a melhor forma de preparar carne?

Nada como um bom pedaço de carne suculenta, saborosa e bem assada. Independentemente da forma de se fazer a carne, a verdade é que os carnívoros não resistem a um bom churrasco, parrilla argentina, carne na chapa ou no charbroil. “Profissionais da carne e amadores experientes conhecem muito bem as melhores técnicas para preparar a mais apetitosa carne”, afirmam José Zaharan Rodrigues Júnior e Mário Augusto Vieira, professores do Curso a Distância CPT Treinamento de Churrasqueiro em Livro+DVD e Online.

Que tal na churrasqueira?

Todo brasileiro é especialista em churrasco, como picanha e baby beef. No mercado, há churrasqueiras a bafo, a carvão e à lenha. Dependendo da região, o preparo da carne segue alguns costumes tradicionais. Os gaúchos, por exemplo, usam apenas sal grosso como tempero. Uma de suas especialidades é a costela bovina, preparada sem pressa, por cerca de três horas (ou mais). Quando na lenha, o resultado final é surpreendente, com sabor defumado próprio da madeira escolhida.

Que tal na parrileira?

Os argentinos são especialistas em parrilla. Trata-se de uma forma especial de preparar carne assada, em um modelo conhecido como parrileira (tipicamente argentina). A grelha deve ser estrategicamente posicionada sobre carvão em brasa. Mas para a parrilla perfeita, a pessoa deve controlar a temperatura, já que o calor não é distribuído de maneira uniforme. Assim como no churrasco à lenha, o tipo de madeira garante à carne sabor defumado, com aroma indescritível.

Que tal no charbroil?

O charbroil é um modelo que lembra uma churrasqueira (ou parrilla), constituído de grelha (ou grade) posicionada sobre chama aberta, tendo como base tijolos. Um dos diferenciais é que o preparo da carne praticamente não gera fumaça, o que não ocorre no churrasco tradicional. Ao fim do processo, a carne ganha um sabor peculiar, quase idêntico à carne preparada na churrasqueira convencional. Para um sabor semelhante à parrilla argentina, a recomendação é usar tijolos de cerâmica.

Que tal na chapa ou frigideira?

Por fim, destacamos o preparo de carnes na chapa ou frigideira. Primeiramente, é essencial selar a carne antes do cozimento, assim como é realizado na maior parte das carnes. Dessa forma, é possível garantir suculência e crocância, além da cor dourada. Se a carne for temperada com ervas e especiarias, ganha um aroma ainda mais especial. Outra opção é temperar a carne com alho e cebola.

Conheça os Cursos a Distância CPT, constituídos de Livro+DVD, e Cursos Online, da Área Cozinha Profissional.

Fonte: beefpoint.com.br

Andréa Oliveira 15-05-2018 Culinária

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.