Vantagens em se criar cabras e consumir o seu leite

Entre as inúmeras vantagens em se criar cabras, temos que a cabra leiteira produz mais leite que a vaca, e com alto valor nutritivo

Entre as inúmeras vantagens em se criar cabras, temos que a cabra leiteira produz mais leite que a vaca, e com alto valor nutritivo

Vantagens em se criar cabras e consumir o seu leite
Extremamente parecido com o leite de vaca, o leite de cabra possui inúmeros nutrientes essenciais para a saúde humana.

A cabra (Capra hircus) originou-se do cruzamento de várias outras espécies de cabra, entre elas a Capra aegagrus e a Capra falconezi. No Brasil, elas foram trazidas pelos colonizadores portugueses, franceses e holandeses, com o intuito de gerar alimentos para o próprio consumo, como carne e leite. 

Quanto ao leite de cabra, este é muito parecido com o leite de vaca, com alto valor nutritivo, contendo em sua composição lactose, proteínas, gordura, vitaminas, Ferro, Cálcio, Fósforo, entre outros. Somente em 1910 é que a cabra passou a ser criada para a produção comercial de leite de cabra.

Vantagens em se criar cabras:

Entre as inúmeras vantagens de se criar a cabra temos: a cabra possui porte pequeno, podendo ser  criada em pouco espaço; requer menos alimento que a vaca; em proporção ao peso, é mais produtiva que a vaca; é excelente para ser criada por pequenos produtores, pois não requer alto investimento; pode ser criada em áreas alternativas; adapta-se facilmente a qualquer manejo; possui ciclo reprodutivo mais curto que a vaca; e destaca-se mais na seleção para melhoramento genético.

Além disso, a cabra gera mais crias por parto, encontra facilmente forragens de boa qualidade na vegetação, gera ao produtor retorno econômico rápido, além de ser um animal sociável, manso, inteligente, limpo, rústico e obediente.

O leite de cabra:

Extremamente parecido com o leite de vaca, o leite de cabra possui inúmeros nutrientes essenciais para a saúde humana, como proteínas, vitaminas e minerais. Entretanto, o seu consumo ganhou cunho terapêutico, quando foi descoberto que o leite de cabra poderia ser ingerido por crianças com intolerância a alguns componentes presentes no leite de vaca, entre eles a lactoalbumina bovina e a caseína.

Atualmente, sabe-se que a composição do leite de cabra varia muito de um lugar para o outro, pois depende muito das condições ambientais onde é criada, além do tipo de manejo a qual é submetida. Da mesma forma, essa variação vir da raça da cabra, da idade, ou ainda da qualidade de alimentação que a cabra ingere diariamente. Entretanto, isso não diminui o valor nutricional do leite produzido por ela.

Já o aroma e sabor do leite de cabra, ou seja, o flavor, vem da ação das lipases nos ácidos graxos contidos no leite. Para que o flavor do leite de cabra torne-se suave e agradável ao paladar, deve-se pasteurizá-lo assim que é ordenhado. Tal medida é necessária, pois a maioria das lipases responsáveis pela hidrólise da gordura são sensíveis ao tratamento térmico.

No mais, o leite caprino é tão saboroso e aromático quanto o leite de vaca, principalmente se forem obedecidos os padrões de higiene durante a ordenha e a manipulação do leite.

Valor nutricional presente em 100 g de leite de cabra:

Valor energético: 66.4kcal;

Proteínas: 3,1g;

Gorduras saturadas: 2,4g;

Colesterol: 14,0mg;

Lipídios: 3,8g;

Carboidratos: 5,3g;

Vitamina A: 34,7ug;

Vitamina B2: 0,1mg;

Potássio: 140,0mg;

Fósforo: 113,2mg;

Cálcio: 112,3mg;

Sódio 74,0mg;

Magnésio: 9,8mg;

Ferro: 0,1mg;

Zinco: 0,4mg.

Aprimore seus conhecimentos, acessando os Cursos CPT, da área Criação de Cabras, elaborados pelo CPT - Centro de Produções Técnicas, entre eles o Curso Criação de Cabras Leiteiras - Cria, Recria e Produção de Leite. 


Andréa Rocha 28-10-2013 Criação de Cabras

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.