Bom manejo da vaca garante qualidade do leite

Bom manejo da vaca garante qualidade do leite. Do nascimento da bezerra leiteira ao início da fase produtiva da vaca, todo rebanho deve ser criteriosamente monitorado.

Todo pecuarista leiteiro, que realiza um bom manejo das vacas, produz leite de qualidade

Bom manejo da vaca garante qualidade do leite

"Todo pecuarista leiteiro, que realiza um bom manejo das vacas, produz leite de qualidade. Do nascimento da bezerra leiteira ao início da fase produtiva da vaca, todo rebanho deve ser criteriosamente monitorado, para identificar possíveis problemas e garantir a boa saúde dos animais", afirma José Renaldi Feitosa Brito, professor do Curso a Distância CPT Prevenção e Controle de Mastite em Livro+DVD e Online.

Segundo Stephen Janzen, nutricionista da empresa Quimitia Brasil, fabricante de insumos para a nutrição animal, quanto menor o nível de acidez, melhor a sua qualidade do leite. Tal padrão só é alcançado com maior eficiência na manutenção da temperatura do leite, manutenção da saúde do sistema mamário da vaca lactante, além da higiene no momento da ordenha (utensílios, equipamentos e funcionários).

De acordo com legislação específica, o leite é considerado ácido quando sua acidez ultrapassa 18° Dornic. Uma das principais causas da acidificação é a contaminação por microrganismos em multiplicação no leite, o que resulta em desdobramento da lactose. Mas outros fatores também comprometem a qualidade do leite, como a saúde do úbere da vaca. Esta é avaliada principalmente pelo índice de Contagem de Células Somáticas (CCS) no leite.

Como produzir leite de qualidade?

->Durante a ordenha, a saúde do úbere da vaca é garantida com as boas práticas de higiene dos equipamentos de ordenha e dos tratadores;

->Ao término da ordenha, o leite deve ser imediatamente resfriado a 4°C, com o objetivo de impedir a multiplicação de microrganismos causadores da acidificação;

->É importante observar os primeiros jatos de leite para avaliar se a vaca apresenta mastite. Isso é possível com a ajuda de uma caneca de fundo escuro;

->Para higienizar e secar os tetos da vaca devem ser utilizados, respectivamente, jatos de água com pouca pressão e toalhas de papel descartáveis;

->O pré e o pós-dipping não são recomendados - devem ser adotados produtos de eficácia e qualidade reconhecidos;

->Quando o fluxo de elite terminar, as teteiras devem ser retiradas cuidadosamente desligando o fluxo de vácuo de todo o conjunto;

->O uso de métodos de diagnóstico de mastite, como CCS - Contagem de Células Somáticas, e CMT - California Mastit Test (caneca de fundo escuro), é impreterível e essencial.

Conheça os Cursos a Distância CPT, constituídos de Livro+DVD, e Cursos Online, da Área Gado de Leite.

Fonte: milknet.com.br

Andréa Oliveira 29-06-2018 Pecuária de Leite

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.