Requisitos para a criação de camarões de água doce

A produção mundial de camarões atinge cerca de 2.200.000 toneladas por ano

A criação de camarões de água doce é relativamente simples, podendo ser realizada em propriedades de pequeno, médio ou grande porte

camarões

A produção mundial de camarões atinge cerca de 2.200.000 toneladas por ano. Desse total, mais de 700.000 de toneladas são produzidas em viveiros, ou seja, cerca de 30% de todo o camarão produzido no mundo vem das fazendas de cultivo. Dentro dos requisitos técnicos considerados para uma boa criação, relacionados à seleção de áreas adequadas para a atividade, encontram-se as condições de temperatura da água, disponibilidade de água, situação topográfica, tipo de solo, entre outros.

Além dessas disposições técnicas, as situações logísticas devem ser levadas em conta, pois o sucesso da produção depende delas: estudo de mercado, infraestrutura, acesso, mão de obra, entre outros. Quanto ao mercado consumidor, este é bastante diversificado, podendo-se citar as redes de supermercados, hotéis, restaurantes e lojas especializadas em pescados. Trata-se da criação de um produto nobre, com excelente aceitação nos mercados interno e externo.

Para uma boa produção, é preciso contar com mão de obra especializada, equipamentos essenciais, boa produtividade, investimento inicial e registro do aquicultor.

Mão de obra

Sugere-se a contratação de um funcionário para a manutenção do cultivo, ou seja, para o arraçoamento (que é feito uma ou duas vezes por dia), a biometria (que é feita uma ou duas vezes por mês), vigilância do viveiro e verificação da temperatura, transparência e do pH da água (que é feita diariamente).

Equipamentos

Nenhum projeto de carcinicultura pode funcionar bem sem uma infraestrutura mínima, capaz de atender às necessidades gerais de uma produção, assim como suas peculiaridades. Em fazendas de engorda, mesmo que pequenas, alguns instrumentos simples são indispensáveis:
- disco de Secchi (faz a medição da transparência da água);
- termômetro (faz a medição da temperatura da água);
- oxímetro (faz a medição do oxigênio dissolvido na água);
- phmetro (faz a medição do pH da água);
- redes de pesca (são usadas na despesca);
- tarrafas (usadas na biometria);
- tela protetora (protege a entrada de predadores e saída de camarões).

Produtividade

Os valores de produtividade da atividade variam de acordo com a situação climática regional e com o tipo de sistema de cultivo empregado .

Investimento inicial

Conforme a estrutura do empreendimento, o valor estimado para iniciar esse tipo de negócio pode ficar em torno de R$ 37.000,00.

capital de giro: R$ 12.000,00
investimento em equipamentos e instalações: R$ 25.000,00
faturamento bruto mensal previsto: R$ 20.000,00

Registro de aquicultor

O criador de camarão deverá solicitar o registro de aquicultor junto ao IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis).

Para maiores informações, consulte o curso Cultivo de Camarões de Água Doce, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas. O curso conta com a orientação do Professor Wagner Cotroni Valenti, que aborda temas como alimentação dos camarôes jovens e adultos, estratégias de produção, comercialização e mercado consumidor, entre outros. Leia também nosso outro artigo Dicas a respeito da criação de rãs.



Beatriz Lazia 14-12-2012

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.