Cavalo doente: saiba como identificar alterações que indiquem algum problema em seu equino

Quem cria cavalo deve ficar atento a alguns problemas de saúde que ele possa vir a ter, tendo em mente que o cavalo plenamente saudável é um animal que está sempre alerta, ativo, correndo e caminhando boa parte do dia e alimentando-se com tranquilidade e naturalidade

Aprenda a avaliar os problemas que, porventura, venham a ocorrer com seu cavalo

cavalo

Quem cria cavalo deve ficar atento a alguns problemas de saúde que ele possa vir a ter, tendo em mente que o cavalo plenamente saudável é um animal que está sempre alerta, ativo, correndo e caminhando boa parte do dia e alimentando-se com tranquilidade e naturalidade. O cavalo saudável não possui vícios ou taras e alimenta-se de pequenas quantidades, várias vezes ao dia.

Normalmente, o cavalo sadio deita-se pouco e dorme cerca de duas horas por noite, com sonos que duram em média de 15 minutos. No entanto, alguns equinos apresentam alguns sinais comportamentais diferentes do esperado. Para auxiliar os criadores de cavalos na percepção de tais sinais, abordaremos abaixo algumas dicas de como identificar possíveis problemas nos equinos.

Alterações que indicam dor, desconfortos abdominais, cólicas e/ou estado febril:

- quando o cavalo se deita e se levanta várias vezes; - animal apático, triste, cabisbaixo, não querendo comer; - animal com sudorese (suor); - aumento da respiração, pelos arrepiados, procurando ingerir muita água; - coluna arqueada e tentativa de urinar, frequentemente, sem sucesso.

Alterações que indicam problemas no sistema locomotor:

- alterações no andamento, com manqueira facilmente visível, abaixando ou levantando a cabeça ao se deslocar; - recusa na realização de exercícios de rotina; - desconforto ao ser selado ou logo após ser montado; - lesões ou alterações nos cascos; - animal que fica deitado grande parte do dia.

Alterações que indicam problemas no trato digestivo:

- animal rangendo os dentes, principalmente, ao ver ou sentir cheiro da ração; - salivação excessiva; - acúmulo de alimentos nos cantos da boca; - fezes extremamente secas; - fezes muito liquefeitas; - presença de parasitas nas fezes.

Alterações de ordem psíquica, podendo estar associadas ou não a sintomas de dor, fome ou desconforto:

- animal mordendo cercas, portas de cocheiras ou similares; - hábito de escoicear as paredes de cocheiras; - avança para morder ou dar coices em pessoas estranhas; - ingere ração ou outros alimentos com grande rapidez; - range os dentes; - musculatura extremamente tensa e o animal se assusta facilmente.

Essas são algumas das orientações presentes no curso Enquanto o Veterinário Não Chega - Atendimento a Equinos, elaborado pelo CPT - Centro de Produções Técnicas e coordenado pelo Médico Veterinário Doutor Haroldo Vargas Leal Júnior. O curso conta com informações a respeito da estrutura para os primeiros socorros, lidando com situações de emergência, contato com o veterinário, entre outras. Leia também nosso outro artigo Aprenda a lidar com algumas situações de emergência com equinos.

Beatriz Lazia 21-01-2013 Cavalos

Deixe um Comentário

Comentários

Geisa da Silva Andrade

28-08-2019

Tenho uma mula, ela fica mais deitada, não quer comer e nem beber. Ela tem ficado muito triste e quando está em pé, fica cavando.

Resposta do Portal Agropecuário

29-08-2019

Olá Geisa da Silva Andrade,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

O ideal é que procure por um Médico Veterinário, para que ele possa examinar o seu animal e realizar o diagnóstico exato, e o melhor tratamento a ser feito.

Atenciosamente,
Victor Sampaio

Paloma Silveira da Silva

29-07-2019

O meu cavalo estava caminhando normalmente até q foi tomar água no açude e não quis levantar mais. O que devo fazer?

Resposta do Portal Agropecuário

30-07-2019

Olá Paloma Silveira,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

O ideal é procurar um Médico Veterinário, para que ele possa diagnosticar o problema com exatidão, para que ele indique o tratamento exato.

Atenciosamente,
Victor Sampaio

Elza Maria da Conceição

16-07-2019

Olá, Tenho uma égua de 1ano e 5 meses, ela está salivando muito e travando a boca e o corpo. Também aparenta estar com febre e dores. O que fazer? Me ajudem

Resposta do Portal Agropecuário

16-07-2019

Olá Elza Maria da Conceição,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Pelos sintomas relatados, há diversas possibilidades de causa do problema. Sendo assim, o melhor a ser feito, é solicitar uma visita de um médico veterinário, para que ele vá até o local examinar o animal e realizar os exames necessários, a fim de diagnosticar o problema e indicar o melhor tratamente.

Atenciosamente,
Victor Sampaio

Andrey moreira

24-06-2019

Oi boa tarde Tenho um potro de 11 meses e desde ontem ele só deitou, durante o dia todo, o levantei, mas ao ficar em pé parecia q estava com as duas pernas traseiras meio bambas. Hoje cedo ele se alimentou normal e defecou normal. Mas agora ele já deitou novamente e o levantei, mas os sintomas das pernas bambas continuam.

Resposta do Portal Agropecuário

25-06-2019

Olá Andrey Moreira,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Pelos sintomas informados, parece ser algo não muito grave, devido a idade do animal e ao período frio. Porém, o ideal é que procure um médico veterinário, para que ele possas fazer os exames e dignósticar possíveis problemas, caso seja constatado algo grave, o veterinário já poderá indicar o melhor tratamento.

Atenciosamente,
Victor Sampaio

Nicholas salatyel f de carvalho

15-02-2019

Uma amiga minha esta com um de seus potros muito magro ele estava repleto de carrapatos o q devo fazer para recuperalo

Resposta do Portal Agropecuário

15-02-2019

Olá Nicholas,

Agradecemos a visita e comentário em nosso site. Sugerimos consultar um veterinário para ver o melhor tratamento.

Atenciosamente,

Mariana Caliman Falqueto

Alexandre M Feitosa

11-02-2019

Bom dia, Estou com uma égua, e noto uma aparência um pouco diferente das outras, qual seja "os olhos fundos" ! É como! se tivesse o corpo gordo e a cabeça magra. Exatamente a aparência dos olhos de um animal magro. Será que isso é normal ? Ela é um égua gorda e praticante de esporte.

Resposta do Portal Agropecuário

11-02-2019

Olá Alexandre,

Agradecemos a visita e comentário em nosso site.

Sugerimos consultar um especialista da área.

Atenciosamente,

Mariana Caliman Falqueto

Vanderson de Brito

29-01-2019

Tenho um mangalarga paulista, alguns dias ele vem apresentando desânimo,fica deitado maior parte do tempo,está sem apetite e não quer pastar .já o mediquei com remédios para cólicas, mas sem sucesso,começou a aparecer feridas nas pernas e debaixo dos braços.Por favor o que pode ser?

Resposta do Portal Agropecuário

30-01-2019

Olá Vanderson,

Agradecemos a visita e comentário em nosso site.

Sugerimos que consulte um Médico Veterinário.

Atenciosamente,

Mariana Caliman Falqueto

Rafaela

26-01-2019

Olá estou com uma égua que está com olho inchado parece que não está enxergando bem , só come quando coloca na boca e não para de andar ! Já apliquei medicamentos e nada !

Resposta do Portal Agropecuário

28-01-2019

Olá Rafaela,

Agradecemos a visita e comentário em nosso site. Sugerimos que faça um consulta com um médico veterinário.

Atenciosamente,

Mariana Caliman Falqueto

Manuela Cunha

24-11-2018

Olá, tenho uma dúvida. Meu cavalo, todas as vezes que coloco ração ou capim ele fica batendo com o casco na parede. É normal agir assim?

Resposta do Portal Agropecuário

26-11-2018

Olá Manuela,

Agradecemos a visita e comentário em nosso site. Sempre aconteceu isso? Talvez seja interessante consultar um especialista da área.

Atenciosamente,

Mariana Caliman Falqueto

Kelson Costa Pereira

23-11-2018

Boa noite amigo ja não sei mais oq eu faço meu cavalo ta com uma dor.dor essa que acredito eu,que não seja cólica pq ele defeca e urina normalmente, como na minha cidade não tem médico veterinário nao sei pq fazer Eu fico com tanta dó quando a dor vem nele ,ele fica se batendo ja ta todo machucado .. Por isso vim aqui pedir ajuda. De ja agradeço

Resposta do Portal Agropecuário

26-11-2018

Olá Kelson,

Agradecemos a visita e comentário em nosso site.

Infelizmente não é possível fazer uma avaliação sem ver o animal, o ideal seria mesmo consultar um médico veterinário.

A proxima cidade fica muito distante?

Atenciosamente,

Mariana Caliman Falqueto