Maneiras corretas de fazer o armazenamento do café

Depois do café preparado e devidamente seco, ele precisa ser armazenado de forma adequada para que sua qualidade seja garantida

Alguns cuidados visam diminuir a perda na qualidade do café

  café

Depois do café preparado e devidamente seco, ele precisa ser armazenado de forma adequada para que sua qualidade seja garantida. Esse processo deve ser feito quando o produto estiver com umidade em torno de 12%. As unidades mais adequadas para armazenar o café a granel são as tulhas e os silos, enquanto, na forma ensacada, o café deverá ser armazenado em armazéns. Abordaremos cada um desses tipos de armazenamento ao longo do texto.

Começaremos pelo modo de armazenagem do café em tulhas. As tulhas são unidades armazenadoras que podem ser construídas em alvenaria, madeira ou mesmo chapas metálicas, geralmente em formato retangular ou quadrado e com o fundo em forma de pirâmide, a fim de proporcionar a descarga do produto por gravidade.

Quando o cafeicultor opta por esse tipo de armazenamento, ele conta com a vantagem de poder estocar uma maior quantidade de produto por unidade de área. Mas, por outro lado, caso um determinado lote de café não seja suficiente para encher a tulha, esta acabará ficando subutilizada, pois a parte não ocupada não poderá ser utilizada com outro lote de café, com padrão de qualidade diferente, uma vez que a separação desses cafés é muito difícil dentro de uma mesma tulha.

Passando à armazenagem do café em silos, nesse processo o café poderá ser armazenado a granel, também em silos, metálicos ou de alvenaria, sendo estes últimos construídos na própria fazenda. Quando a opção é por esse tipo de armazenamento, aconselha-se a construção de um telhado sobre os silos.

Caso o produtor de café opte pela terceira opção de armazenamento, que é em armazéns, estes são ideais para armazenar o café em sacarias, este poderá estar em forma de coco, em pergaminho ou beneficiado. Essas unidades de armazenamento permitem a separação do produto por lotes, uma vez que são feitas pilhas de sacarias.

Durante a construção dessas pilhas, o cafeicultor deve tomar alguns cuidados, a fim de oferecer condições para que a qualidade do produto que vai ser armazenado não seja prejudicada. Tais cuidados são: cada pilha deve ser construída sobre estrados de madeira, para evitar que a pilha fique em contato direto com o piso e venha absorver a umidade do chão; também para evitar a absorção de umidade, as pilhas não devem ficar em contato com as paredes do armazém; a fim de facilitar o trânsito dos funcionários no interior do armazém; devem existir corredores entre as pilhas, amplos o suficiente; além disso, as pilhas deverão ser construídas fazendo um travamento, capaz de garantir estabilidade a elas.

O armazenamento, quando em sacarias, poderá ser feito também em armazéns terceirizados, ou ainda pertencentes a cooperativas ou associações de produtores. Quando feito dessa forma, quatro procedimentos serão necessários, a saber: a pesagem do material; a coleta de amostras para classificação do produto; a determinação de sua umidade e a montagem de pilhas.

O curso Colheita, Preparo e Armazenagem de Café, elaborado pelo CPT - Centro de Produções Técnicas, auxilia o produtor de café no que diz respeito à classificação botânica do café, fatores pós-colheita, como garantir qualidade na colheita, secagem, entre outros. Leia também nosso outro artigo Café orgânico e seu cultivo.

Beatriz Lazia 04-10-2012 Cafeicultura

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.