Conheça os tipos de currais para gado de corte

São três os tipos de currais para gado de corte: galpões fechados, currais parcialmente cobertos e currais a céu aberto

Conheça os tipos de currais para gado de corte

Em grandes fazendas pecuárias, a capacidade de um curral para bovinos de corte pode chegar a 500 animais (2 m² por animal). A construção do curral deve ser orientada no sentido Leste-Oeste, para minimizar a incidência solar nas laterais. Para otimizar o manejo do rebanho e o acesso ao curral, o pecuarista deve providenciar outras estruturas, como piquetes, além dos apartadouros, bretes e troncos de contenção.

“As diferenças entre um curral e outro dependem do sistema de produção adotado, do tipo de confinamento do rebanho e da distribuição dos piquetes. Há três tipos de currais para gado de corte: galpões fechados, currais parcialmente cobertos e currais a céu aberto”, destaca Alexandre Lúcio Bizinoto, Mestre em ciências veterinárias e professor do Curso CPT a Distância e Online Instalações e Equipamentos para Pecuária de Corte.

Galpões fechados


O curral tipo galpão fechado detém uma área em torno de 5,0 m² para cada bovino. Na estrutura deve haver bebedouros com água limpa, comedouros para o fornecimento de volumosos e cochos para sal mineral. O galpão deve apresentar cobertura de telha, com pé-direito de 4,0 m (no mínimo). A capacidade de alojamento pode alcançar 50 bovídeos de corte.

Nesse tipo de curral, o controle de doenças e o monitoramento da temperatura ambiente e da umidade relativa do ar são facilitados. Entretanto, a estrutura requer maior mão de obra capacitada, além de investimento em equipamentos, o que aumenta os custos de produção do pecuarista.

Currais parcialmente cobertos


O curral parcialmente coberto apresenta características semelhantes às do curral a céu aberto. A diferença entre ambos é a área com cobertura, geralmente próxima aos cochos. É importante que a cobertura do curral seja construída no sentido Norte-Sul.

Currais a céu aberto


O curral a céu aberto apresenta curraletes, conhecidos como piquetes de confinamento. Nele, os bovinos são confinados em lotes de até 100 animais, com 20 m² de área por animal. Nos curraletes, devem haver bebedouros com água fresca, cochos para sal mineral e comedouros para volumosos.

É indispensável que os cochos estejam distribuídos, ao longo das cercas, para facilitar o manejo alimentar. Eles devem ser preferencialmente cobertos, para garantir a conservação dos alimentos. Na área de chegada dos bovinos, é recomendada a pavimentação do piso.

Conheça os Cursos CPT a Distância e Online da Área Gado de Corte.

Leia o artigo "Alimentação do gado de corte: concentrados e volumosos."

Fontes: cnpgc.embrapa.br; cpt.com.br

Andréa Oliveira 12-07-2019 Pecuária de Corte

Faça já o Download Grátis

Download brinde Manual do Gado Zebu

Basta preencher os campos abaixo para receber o material por e-mail:

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.