Pecuarista utiliza ultrassonografia para avaliação de carcaças

Pecuarista utiliza ultrassonografia para avaliação de carcaças. Tecnologias como o uso da ultrassonografia tem sido comumente utilizada para identificar, de forma precoce, animais com características de carcaças idealizadas pelo mercado.

A ultrassonografia seleciona os bovinos semelhantes auxiliando na determinação dos lotes

Pecuarista utiliza ultrassonografia para avaliação de carcaças

“Tecnologias como o uso da ultrassonografia tem sido comumente utilizada para identificar, de forma precoce, animais com características de carcaças idealizadas pelo mercado, rendimento de cortes nobres e acabamento de gordura, o que evita dispêndios em tempo e dinheiro na terminação”, afirma Curso a Distância CPT Avaliação e Tipificação de Carcaças Bovinas em Livro+DVD e Online.

Produtores de gado de corte em São Paulo passaram a selecionar as carcaças por meio da ultrassonografia. Segundo Luiz Moraes Barros Filho, pecuarista em Avaré, antes a seleção era realizada a olho. Agora, os animais são selecionados, com agilidade e precisão, por meio de exames de imagem, que avaliam aspectos específicos dos animais, até se chegar a um gado de alto padrão.

A ultrassonografia seleciona os bovinos semelhantes auxiliando na determinação dos lotes. De acordo com o pecuarista, proprietário da Fazenda Santa Clara, todo processo foi otimizado e os animais melhores não precisam esperar no cocho até a avaliação dos demais. Além disso, os exames de imagem impedem que erros sejam cometidos, como acontecia na seleção visual dos animais.

Para avaliar a qualidade da carcaça, a ultrassonografia considera que o ganho de peso do animal não é o único fator que determina o valor de um bovino de corte de alto padrão. Na verdade, o exame de imagem é utilizado para diferenciar os animais de acordo com os indicativos de melhor acabamento da carcaça, o que resulta em uma carne bovina de qualidade e com maior valor agregado.

Na ultrassonografia são avaliados:

->O nível de marmoreio (gordura interna/ influencia no sabor);
->A espessura de gordura subcutânea (acabamento do animal/interfere na idade de abate);
->A espessura de gordura de garupa (cobertura na área da picanha);
->A área de olho-de-lombo (ganho de peso e rendimento dos cortes).

Principais vantagens da ultrassonografia:

->Obtenção de lotes com melhores atributos;
->Padronização das carcaças;
->Redução de custos com alimentação;
->Facilidade na programação de abates.

“Pretendo adotar o uso da ultrassonografia para avaliação de carcaças com mais regularidade. O objetivo principal é priorizar os bovinos mais jovens, que ainda não passaram pelo exame. Principalmente, os bovinos que acabaram de chegar à fazenda, em lotes de 400 a 500 animais”, ressalta o pecuarista Luiz Moraes Barros Filho

Hoje Luiz conta com 1.800 bovinos meio-sangue, com genética da raça Angus implantada em vacas da raça Nelore. O cruzamento visa aprimorar o potencial de suculência e sabor de carne do Angus junto à rusticidade e resistência do Nelore. Com isso, “será possível obter uma carne de alta qualidade, com animais de melhor padrão e acabamento de carcaça”, completa o proprietário da Fazenda Santa Clara.

Fonte: revistagloborural.globo.com

Conheça os Cursos a Distância CPT, constituídos de Livro+DVD, e Cursos Online, da Área Gado de Corte.

Andréa Oliveira 13-08-2018 Pecuária de Corte

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.